Blockchain: o que é e qual sua importância na transação de dados e prevenção de riscos

Transação de dados com escalabilidade, privacidade e performance: é o que está por trás da Blockchain. A Presidente de Operações de Negócios da Tecnobank, Gabriela Santana, explica tudo a seguir.

Blockchain: o que é e qual sua importância na transação de dados e prevenção de riscos

Gabriela Santana,  Presidente da Tecnobank, fala sobre segurança na transação de dados e prevenção de riscos


Em um futuro próximo, a Blockchain irá muito além das moedas digitais. No entanto, ainda é um recurso desconhecido em muitas empresas. A Presidente de Operações e Negócios da Tecnobank, Gabriela Santana, explica como essa tecnologia funciona e as razões pelas quais é impossível ignorá-la.

Transação de dados com escalabilidade, privacidade e performance: é o que está por trás da Blockchain, cujo conceito revolucionário nem sempre é fácil de entender rapidamente. Mas será que é para todos os negócios? Quais seus benefícios? Como funciona na prática?

Confira tudo isso e o que diz a Vice-Presidente de Operações e Negócios da Tecnobank, Gabriela Santana, a respeito dessa tecnologia que surgiu atrelada ao bitcoin, mas que já dispõe de inúmeras possibilidades de uso além das criptomoedas.

É provável que logo tudo passará a ser utilizado por meio dessa ferramenta capaz de mudar o patamar da economia e da tecnologia da informação. Os motivos? Veja a seguir!


O que é Blockchain

Em tradução livre, Blockchain significa “cadeia de blocos”. Podemos entendê-la como um grande banco de dados composto por blocos interligados e descentralizados, no qual não há a figura do administrador para certificar e validar as informações. Os chamados “nós da rede”, ou seja, os computadores espalhados pela web, fazem isso.

Desse modo, é necessário ter pelo menos 51% desses nos legitimando uma ação para qualquer operação ser considerada válida. Em outras palavras, é uma tecnologia disruptiva relacionada à segurança e confiança, e está transformando profundamente o jeito de fazer transações de dados na internet.


Como funciona a tecnologia Blockchain

Basicamente, a Blockchain funciona como um registro de transações de dados que cria um histórico resgatável e imutável, sendo este quem acompanha as informações com criptografia. Como cada operação é validada por um conjunto de usuários, uma vez registrada e comprovada, a informação não pode mais ser modificada.

Relembrando o conceito de “cadeia de blocos”, cada novo bloco gerado transporta um hash, isto é, uma sequência de números e letras. Isso quer dizer que cada grupo guarda o conteúdo de toda a cadeia. Por isso, é praticamente impossível uma simples invasão adulterar os dados. Afinal, toda transação precisa ser atestada por 50% + 1 dos nós da rede.

A descentralização, portanto, barra os invasores, que não conseguem controlar e manipular os dados, pois teriam que entrar em várias máquinas ao mesmo tempo – na prática, algo muito difícil, concorda? E qualquer alteração feita em um bloco fica registrada para sempre, simplificando o seu rastreamento.

Vamos supor que um invasor acesse os dados de sua empresa (que já usa Blockchain). Se ele quiser roubar ou adulterar uma informação, a tentativa é percebida prontamente, e todos os nós que formam o bloco agem para invalidar a ação.


Qual a sua importância do Blockchain na segurança da informação

Por conta de seu modelo de funcionamento, a Blockchain vem se tornando forte aliada em processos que ultrapassam o campo das criptomoedas. Por exemplo: certificação e validação de documentos e contratos, ajudando a reduzir custos e as burocracias dos cartórios tradicionais.

Outro exemplo que auxilia na compreensão de sua relevância: quando você acessa o aplicativo do seu banco ou vai até a agência, precisa digitar usuário e senha, certo? É uma verificação superficial, que considera somente o perfil, gerando brechas na segurança.

Com a Blockchain, será possível validar um computador, celular ou outro dispositivo, para saber com qual usuário o aparelho está fazendo o link.


Quais os principais benefícios

A Blockchain é uma solução viável e interessante, com inúmeras vantagens trazidas por importantes características que favorecem a proteção de dados, tais como a descentralização, o rastreamento e a criptografia de ponta. Sua maior contribuição é atuar nos objetivos da segurança da informação, ou seja, confidencialidade, integridade, disponibilidade, autenticidade e auditabilidade.

O uso da Blockchain beneficia, particularmente, a assinatura de contratos, porque permite certificar um documento, inibindo pessoas mal-intencionadas que tentarem fraudar esse registro. Ao sinal qualquer alteração, ela é detectada e rastreada rapidamente.

Lembrando que a assinatura de contratos ainda é, em muitas empresas, uma etapa vulnerável, uma ameaça à segurança de dados, uma vez que, com a tecnologia disponível atualmente, não é raro ocorrerem fraudes.

Além disso, a ligação dos blocos pode ser utilizada para navegar com mais segurança na internet e proteger senhas, entre outras condutas essenciais hoje.


Para quem é a Blockchain

A Blockchain nasceu revolucionando o universo monetário. No entanto, vem recebendo alterações, ampliando seu leque de oportunidades. Tudo para oferecer excelente nível de proteção para dados corporativos, informações de clientes e parceiros de negócios. Aliás, essa deveria ser a preocupação de todas as empresas, independentemente do porte, ramo ou segmento.

Trata-se de uma ferramenta que está fazendo pela transmissão de dados com valor o que a internet fez pelas comunicações tempos atrás. É uma quebra de padrões e impactos sentidos em uma considerável variedade de setores, da logística aos serviços financeiros, passando pela agricultura, indústria automobilística, saúde, varejo, cultura, gestão pública, contabilidade e ajuda humanitária, entre outros.


Segurança da informação

Uma estratégia de segurança de dados eficiente precisa ser baseada em, no mínimo, três pilares: confidencialidade, integridade e disponibilidade.

O primeiro fala dos limites de acesso, para que somente pessoas ou entidades autorizadas consigam alcançar, processar e modificar as informações. Quanto à integridade, é a garantia das características originais dos dados; e a disponibilidade trata de assegurar que o conteúdo protegido esteja à disposição para ser usado legitimamente.

A relação entre segurança de dados e Blockchain está justamente no fato dessa tecnologia ter como contribuição fundamental a participação nos pilares acima e, também, na autenticidade e auditabilidade das informações.


Blockchain: O que diz a Presidente de Operações de Negócios da Tecnobank

Gabriela Santana destaca: “Grandes organizações entenderam a oportunidade por trás dessa tecnologia e já começaram a utilizá-la. Em um futuro próximo, a Blockchain estará muito além das moedas digitais e será uma ferramenta muito importante para a segurança dos dados”.

E mais: “Fará com que os bancos sejam capazes de economizar de US$ 8 bilhões a US$ 12 bilhões em gastos com infraestrutura, um montante consideravelmente expressivo”, diz a Presidente da Tecnobank. Nada mal, não é?

A expansão e a popularização da internet nos anos 1990 foi um divisor de águas, uma vez que transformou para sempre o compartilhamento de dados. Agora, é a vez da Blockchain ser a protagonista de uma revolução global tão impactante quanto a rede mundial de computadores.

Atualmente, 61% das corporações digitais de alto nível em todo o mundo estão investindo nela, segundo relatório da Okta, empresa de gerenciamento de identidade. E o seu negócio? Para saber mais sobre a Blockchain, confira aqui a entrevista completa de Gabriela Santana.